Curso Marketing Pessoal e Produção de conteúdoPowered by Rock Convert

Atualmente, especialmente em tempos caóticos de crise como os que estamos vivendo, trabalhar como tradutor freelancer profissional é uma ótima opção para quem tem uma certa dose de espírito empreendedor, afinal assim você poderá gerenciar seus horários, seus projetos e toda sua rotina.

Freelancers têm certamente muito mais liberdade e flexibilidade do que aqueles que trabalham presos às amarras de cargos corporativos.  

Os benefícios de ser seu próprio chefe são inúmeros, porém existem também alguns cuidados que devem ser observados para que você seja bem sucedido(a) em sua carreira e consiga expandir o seu negócio.

Saber administrar suas finanças com eficácia está entre esses desafios.  

Como tradutor freelancer, você é o responsável por gerenciar seu dinheiro e suas obrigações tributárias.

Existem inúmeras nuances a serem observadas nesse sentido, afinal, a renda de um freelancer é inconsistente – a estabilidade oferecida por um emprego fixo não existe.

Haverá meses em que entrará muito dinheiro, haverá outros mais fracos, por isso é fundamental ter sabedoria e saber se planejar para lidar com os obstáculos que surgem pelo caminho.

Eis que surge a pergunta feita com frequência por muitos profissionais freelancer: “Qual é a melhor maneira de gerenciar minhas finanças?”

Tradutores freelancer em sua grande maioria não são graduados em Finanças, mas não se preocupe – você não precisa ser um especialista em Contabilidade para gerenciar seu negócio.

A seguir, apresentaremos 6 dicas simples que ajudarão você a controlar suas finanças de maneira eficaz. Vamos lá!

1 – Avalie sua Situação Financeira e Defina Seus Objetivos

Em primeiro lugar, você precisa fazer uma avaliação detalhada de sua atual situação financeira e estabelecer objetivos viáveis.

Se você não define metas, acaba se perdendo em meio à agitação cotidiana. Mesmo que você decida contratar alguém para ajudar você a administrar suas finanças, só você pode saber quais são seus objetivos a curto, médio e longo prazo.

Além de nos motivar, as metas também estimulam nosso instinto criativo e focar em cumpri-las deve ser sua prioridade. Portanto, tenha seus objetivos em mente quando for definir seus preços.

Leia também:

‘Quanto eu preciso ganhar por mês para alcançar meus objetivos?’

Para responder a essa pergunta, você deverá fazer um levantamento de seus gastos fixos (contas a pagar, aluguel, carro, escola dos filhos, plano de saúde, impostos) e de seus gastos variáveis (alimentação, transporte, lazer etc.).

Coloque tudo no papel e faça seu planejamento com base nesses números. Só assim você será capaz de definir seu preço com segurança.

Alguns tradutores cobram um preço fixo por palavra, por hora, por lauda e outros fecham pacotes de acordo com a extensão do projeto.

Não existe melhor ou pior, mas sim o que melhor se adapte às suas necessidades. Não deixe de atualizar o seu preço periodicamente para acompanhar a inflação.

2 – Monitore suas Finanças

Você pode até controlar as entradas e saídas de seu fluxo de caixa com o famoso ‘caderninho’, caso seja da old school, mas atualmente você também tem a opção de utilizar planilhas digitais e até mesmo aplicativos especializados em gestão financeira como, por exemplo: o Conta Azul , que oferece teste gratuito, o Zero Paper, uma planilha financeira que oferece recursos gratuitos e pagos e o Meu Dinheiro, com planos anuais acessíveis e está disponível para desktop, iOS e Android.

Independentemente do método que você escolha, não deixe de monitorar sua receita e suas despesas semanalmente e mensalmente. Ao final de cada ano, avalie seus ganhos e faça um planejamento estratégico visando aumentar sua renda. Tome as providências necessárias para alavancar seu negócio.

Muitos freelancers, à medida que veem sua carteira de clientes aumentando, se deslumbram e começam a gastar mais do que podem. É importante ressaltar que você deve ter inteligência emocional para saber administrar suas despesas de maneira sensata e consciente, afinal, nada é 100% garantido no trabalho freelancer.

Escrita criativa e StortyllingPowered by Rock Convert

Portanto, tenha cuidado com gastos excessivos no cartão de crédito. Dê preferência ao débito e às compras à vista para não se encrencar futuramente.

3 – Priorize Clientes Recorrentes

Este é um ponto muito importante e infelizmente às vezes ignorado por freelancers. É claro que você deve sempre tentar obter novos clientes a fim de aumentar sua carteira, porém sempre vale mais a pena priorizar seus clientes fixos, que têm demanda recorrente, do que pegar um projeto de um cliente que talvez pague até mais, mas que você saiba que não terá a mesma periodicidade.  

Você também deve prestar atenção aos custos referentes a taxas e impostos cobrados por cada cliente. Alguns jobs exigem abertura de empresa (CNPJ) ou registro de MEI (microempreendedor individual).

Outros, simplesmente podem ser faturados por meio do carnê-leão.

Neste quesito, é sempre bom consultar um contador de sua confiança para fazer os cálculos comparativos ou até mesmo orientação com outros colegas tradutores.

4 – Corte Despesas se Necessário

Se suas despesas estiverem superando seus ingressos, é preciso ligar o alerta: comece a cortar gastos o mais rápido possível.

Analise seu orçamento e identifique que hábitos estão levando ao desequilíbrio nas finanças. Verifique também em que itens você está gastando mais.

É bem provável que você possa cortar gastos supérfluos como serviços de streaming de música, TV a cabo, assinaturas de aplicativos irrelevantes, entre outros. Você pode ainda fazer pequenas alterações em sua rotina, a fim de reduzir despesas com energia elétrica, por exemplo.

Não invente moda. Se você é um(a) tradutor(a) freelancer, basta ter uma boa conexão de internet, um notebook/computador satisfatório, um editor de texto, um software de tradução de memória, principalmente no início.

Atualmente, quase tudo pode ser feito online, portanto não perca tempo e dinheiro investindo muito em material de escritório ou cartões corporativos, por exemplo.

É claro, quando “as coisas melhorarem” invista em outros recursos que facilitem o seu trabalho e que ajudem a divulgar o seu trabalho.

5 – Tenha uma Reserva para emergências e Planeje sua Aposentadoria

Por mais que sua agenda esteja sempre cheia, é importante ter em mente que o mercado de tradutores freelancer pode ser sazonal.

Portanto, como você é seu próprio chefe, você precisa economizar sempre que possível uma parte de sua renda e colocá-la em uma poupança destinada a imprevistos ou emergências. Quando falo em poupança não me refiro especificamente na poupança, mas investimentos próprios para isso.

Essa reserva financeira também poderá ser usada para sustentá-lo(a) em períodos de ‘vacas magras’. Especialistas sugerem que freelancers guardem pelo menos 10-15% de sua renda mensal para este fim.

Ainda que você seja jovem e não esteja pensando nisso agora, é importante começar a planejar sua aposentadoria o quanto antes. É recomendável que reserve certa quantia de sua renda para pagar uma Previdência Privada, contribuir com o INSS ou realizar investimentos de renda fixa ou renda variável.

Leia mais sobre cada uma dessas opções e opte por aquela que mais tenha a ver com o seu perfil.  

6 – Considere Contratar Serviços de Consultoria Financeira

Caso seu negócio esteja indo de vento em popa e suas finanças estejam saindo de seu controle, você poderá contratar os serviços de um contador ou de uma consultoria financeira para ajudá-lo(a) neste gerenciamento – isso lhe dará mais segurança e tranquilidade na hora de fazer seu Imposto de Renda, por exemplo.

Conclusão

Um tradutor freelancer, além de ser muito bom em seu ofício, também precisa ser uma pessoa disciplinada, organizada e sensata para que sua carreira ascenda cada vez mais.

Portanto, assumir o controle de suas finanças e administrá-las com sabedoria é fundamental para que você se torne um profissional bem-sucedido em todos os aspectos.

Porém, é claro que ninguém nasce sabendo. Então, não tenha pressa nem se apavore – você vai errar algumas vezes, mas o importante é aprender sempre com os erros para que eles não sejam cometidos novamente.

Quanto mais rápido você começar a tomar as rédeas de suas finanças, mais rápido você aprenderá a fazê-lo com maestria. Sucesso!

babbelPowered by Rock Convert

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.