Curso Marketing Pessoal e Produção de conteúdoPowered by Rock Convert

Será que o intercâmbio para o tradutor de espanhol é realmente essencial? Essa é, com certeza uma estratégia interessante para quem quer dominar o idioma e melhorar a fluência.

O intercâmbio é uma experiência incrível. Quem faz, garante que não há nada na vida que seja ao mesmo tempo tão intenso e tão engrandecedor para questões profissionais e pessoais.

Mas, sabemos também que é uma grande decisão. Deixar o seu país, ainda que seja por algumas semanas ou meses, demanda muita organização e maturidade.

Para quem pretende ingressar no mercado de tradução, com certeza o intercâmbio pode acrescentar muito. É uma forma de melhorar a fluência e de se aprofundar nas questões culturais.

Mas será que a importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol é indispensável?

Essa deve ser uma de suas prioridades para entrar no mercado?

O tradutor que tem essa experiência no currículo é mais valorizado?

O que o intercâmbio significa para o tradutor?

A tradução é uma técnica minuciosa de comunicação. Ela vai muito além de simplesmente encontrar em português termos e palavras que sejam equivalentes em outro idioma.

É importante que o tradutor tenha conhecimento e disponha de uma ampla bagagem cultural para conseguir tornar o conteúdo verdadeiramente coerente.

Não quero dizer que quem nunca tenha feito intercâmbio não poderá traduzir com qualidade.

É justamente aqui que entra a importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol.

Ter uma vivência no exterior é a melhor forma de manter contato direto não somente com o idioma, mas também com o modo de vida da população.

Evidentemente, existem outras possibilidades, tais como usar plataformas de intercâmbio linguístico, onde há a possibilidade de conversar com um nativo é uma delas.

Oportunidade de aprender linguagem informal

Uma das coisas mais importantes e relevantes que o intercâmbio pode trazer para uma pessoa que pretende ingressar na carreira como tradutor é a familiaridade com a linguagem informal.

Conhecer as gírias, expressões e comunicação verbal é essencial para conseguir entregar resultados mais fluídos e naturais para alguns trabalhos.

Convivendo com nativos e passando um período no exterior você pode conquistar isso.

Recomendamos a leitura de:

Posso me tornar um tradutor apenas com um intercâmbio?

Uma dúvida comum que algumas pessoas têm é se fazer um intercâmbio longo é o suficiente para trabalhar como tradutor.

Esse não é o caminho formal para a profissão. Embora o intercâmbio possa lhe dar fluência e conhecimento sobre o idioma, existem algumas dinâmicas para tradução que somente uma certificação adequada para isso pode lhe dar.

Então, a resposta para essa pergunta é: depende.

Depende se você tomou aulas de espanhol no exterior ou outro idioma e conseguiu alguma certificação. Depende se você possui conhecimento também em português e no emprego adequado do idioma.

É importante entender aqui que o tradutor não é apenas alguém que detém fluência no idioma, mas que consegue empregá-lo de maneira adequada para o texto escrito ou falado, e consegue traduzir o contexto do conteúdo.

Escrita criativa e StortyllingPowered by Rock Convert

Leia também:

 Benefícios que o intercâmbio pode oferecer para a tradução

Porém, não podemos negar a importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol. Considerando, é claro, que você tenha o preparo para atuar especificamente nessa área, o intercâmbio pode ser um diferencial.

  • Familiaridade com o idioma:

A primeira e mais importante vantagem que o tradutor com intercâmbio tem é a familiaridade com o idioma. Ok, se você estuda idiomas há tempos também se sente à vontade com a língua.

Porém, essa relação é completamente diferente daquela de quem vive diretamente o dia a dia em espanhol.  Isso pode enriquecer muito o seu trabalho

  • Contato com a cultura e costumes:

Como comentamos anteriormente, a possibilidade de vivenciar a cultura e passar por essa imersão nos costumes de um povo também trará benefícios para o seu trabalho.

Ao passar um período em outro país, seja ele na Europa ou na América latina, você terá muito mais conteúdo e bagagem cultural. Esse é um dos patrimônios de um bom tradutor.

  • Sotaques e gírias:

Outra coisa que podemos citar quando falamos sobre a importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol é com relação aos sotaques e às gírias.

No caso do sotaque é ainda mais importante se você pretende trabalhar com interpretação simultânea ou consecutiva. Nesse caso é fundamental ter os ouvidos treinados para entender acentos e entonações regionais.

O intercâmbio pode lhe permitir isso, ao mesmo tempo em que lhe coloca em contato com as gírias e frases mais comuns na linguagem coloquial de cada país.

  • Expanda o seu networking:

Viajar para fora do país é uma forma de ampliar os seus contatos profissionais. Se você tem intenção e ganhar a vida como tradutor de espanhol, então, nesse caso, poderá firmar ótimas parcerias no exterior.

Além disso, existe uma demanda também para o contrário, para serviços em português que sejam traduzidos em espanhol, e você pode conhecer mais desse mercado vivendo em outro país.

  • Conheça novos materiais:

Quando você tem a oportunidade de viver fora do país consegue encontrar materiais interessantíssimos que podem ser traduzidos. Coisas que muitas vezes não chegam ao Brasil.

Então, você pode encontrar livros, artigos, filmes e outras produções e descobrir se seus criadores têm interesse em traduzi-los para o português. Pode ser a ponte entre você e uma excelente oportunidade de trabalho.

Valorize e potencialize seu currículo

Um intercâmbio pode ser uma experiência única e engrandecedora para qualquer pessoa, em qualquer circunstância. Independentemente de qual é a sua área de atuação ou de interesse, ter uma vivência no exterior ajudará a ampliar seus horizontes.

Mas, a grande importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol é justamente essa possibilidade de potencializar o seu currículo.

Estamos falando de um mercado amplamente competitivo. É fato que também existe demanda, e as oportunidades são várias nesse meio. Mas, quando mais preparado você estiver, melhores serão os trabalhos conquistados.

Então, o intercâmbio pode, sim, ser a sua porta de entrada para os melhores projetos, e até mesmo para conseguir uma vaga como tradutor contratado de uma empresa, se esse for o seu desejo.

Onde devo fazer o meu intercâmbio?

Se você entendeu a importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol, e está considerando ingressar nessa aventura, a escolha de seu destino deve ser feita com cautela.

A principal dica é que você escolha um país cujo espanhol você queira se especializar. Lembre-se que existem várias diferenças entre o espanhol falado por cada nação.

Então, se você quer ser reconhecido pela tradução argentina, esse país deve ser o seu destino. Já se quiser especializar-se em “chileno”, carimbe seu passaporte para lá. E assim consecutivamente de acordo com seus interesses.

Uma vez no país de destino, aproveite cada oportunidade para aprender mais e enriquecer o seu vocabulário.

Lembre-se de pedir ajuda e travar conversas com os nativos, de modo que você realmente aprenda coisas novas durante sua estadia no exterior.

Embora não seja indispensável, tampouco a única exigência para exercer a profissão, não podemos ignorar nem negar a importância do intercâmbio para o tradutor de espanhol.

babbelPowered by Rock Convert

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.