A tradução automática pode oferecer o mesmo que um tradutor profissional?

No mundo da tradução existem vários conceitos importantes e que às vezes podem gerar dúvidas, principalmente para quem está começando a atuar como tradutor profissional.

Mas, como “ninguém nasce sabendo”. Essa frase pode ser aplicada a várias situações, e não seria diferente no caso da tradução.

Ainda que uma pessoa atue nesse meio durante anos, a necessidade de novos conhecimentos, uso de novas ferramentas e aprimoramento das habilidades nunca diminuirá, ela está em perpétua mudança assim como a linguagem, principal ferramenta de um tradutor.

Sim, a língua é a principal ferramenta.

Mas de que maneira podemos chegar ao resultado final e entregar um texto traduzido, com qualidade e rapidez?

tradutor freelance

Não existe receita mágica para o tradutor!

Cada profissional compila, ao longo do tempo, um conjunto de técnicas, modos de trabalho, organização e áreas de conhecimento específico que serão a essência de sua expertise.

Entretanto, muitos profissionais autônomos e agências de tradução tentam fazer o gol ─ por uma razão ou outra, direta ou indiretamente, para o bem e para o mal ─ apostando na tradução automática.

Mas o que é uma tradução automática, no fim das contas?

Tradutor x Tradução automática

Grosso modo, a tradução automática (TA) é o processo automático de tradução da língua de partida para a língua alvo. 

Conteúdos recomendados

Os perigos da tradução automática

Tradução e novas tecnologias: uma breve análise crítica

Ela pode ser básica e dar conta da substituição de palavras, também pode sair de uma ferramenta mais poderosa, contar com corpus específico e com a possibilidade de aplicação de terminologias para cada caso.

leadlovers2Powered by Rock Convert

Ela é uma antiga ambição e fruto de anos de pesquisa na área de linguística computacional.

Mas, nem tudo são rosas. Uma rápida consulta em ferramentas de TA (o Google Tradutor é, sem dúvidas, uma das mais populares) poderá entregar um resultado parcial, diverso e literal da frase na língua original.

Se você tem conhecimentos nas duas línguas em questão ou trabalha como tradutor, com certeza já sabe que uma tradução literal (traduzir o termo pelo direto correspondente na outra língua, sem se preocupar com construções culturais e específicas que atuam em diversas expressões que utilizamos no dia a dia) não dá conta de manter o sentido original do texto em questão.

Usar ou não usar o Google translate?

Tudo bem…, Mas o que isso significa, na prática?

Significa que muitos profissionais fazem trabalhos a preço de banana e rodam o texto original em uma ferramenta de tradução automática e depois dão aquele “jeitinho”.

Isto é, adequam, muitas vezes, questões de concordância ou palavras erradas, mas o plano de conteúdo do texto é ignorado quase totalmente.

Isso não é necessariamente ruim, depende da finalidade do texto e do que o cliente precisa.

Só é ruim quando a TA surge como um atalho e não cumpre, nem de longe, com as expectativas e necessidades do cliente, ainda que ele não perceba.

Revisão de tradução automática

A disseminação de traduções automáticas ajudou a propiciar um novo campo de trabalhos com o texto: revisar uma tradução automática.

Por isso, é importante ter certeza do que o cliente busca: muitas vezes a revisão de um texto traduzido integral ou parcialmente através da tradução automática será mais complicada do que traduzir o texto do 0 novamente.

Além disso, caso não tenhamos acesso ao texto original, é uma verdadeira missão de Hércules recuperar o conteúdo e mantê-lo na tradução.

Esse desencontro entre resultado e expectativas/necessidades não é exclusividade de profissionais autônomos, mas um problema que é recorrente também em agências de tradução.

Isso quer dizer a tradução automática é uma inimiga e deve ser erradicada? Não, de forma alguma. Mas, há um consenso entre a maioria: O olhar humano é insubstituível, pelo menos, por enquanto.

No próximo artigo, enfocarei um pouco mais esse tema.

Compartilhe sua opinião a respeito. O que você pensa sobre a tradução automática.

2 thoughts to “Diferença entre Tradução Automática e uma Tradução Humana?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.