Atualmente, uma das carreiras mais em alta no universo freelancer é a de tradutor profissional freelancer.

Este mercado tem crescido muito nos últimos anos e a tendência é que ele progrida cada vez mais, devido à elevada demanda em um mundo cada vez mais globalizado, em que a internet é a principal ferramenta mundial de trabalho.

Evidentemente, existem também outras profissões que se destacam no mundo da internet, principalmente aquelas que estão ligadas à escrita e ao design gráfico.

Além das inúmeras propostas de trabalho existentes para tradutores, revisores, copywriters e etc, existe também uma enorme variedade de ferramentas de tradução e redação, desenvolvidas a fim de aumentar a eficiência e a eficácia de suas tarefas.

No entanto, para ser um tradutor bem-sucedido não basta apenas possuir as qualificações e conhecer as ferramentas técnicas necessárias para realizar o ofício.

É preciso estar preparado em todos os sentidos para desempenhar com primor seu papel como profissional freelancer, e isso envolve competências e habilidades imprescindíveis.

Assim como em qualquer carreira, para ser um bom tradutor freelancer é necessário que se tenha conhecimento de algumas singularidades e estratégias para prosperar.

Recomendamos também:

Neste artigo, apresentaremos dicas cruciais para aqueles que desejam ter destaque nesse nicho de mercado dinâmico e em constante evolução.

Seja consistente: trabalhe todos os dias e crie uma rotina

Está comprovado que a prática diária de uma tarefa é importante para ajudar o desenvolvimento cognitivo necessário para que ela seja desempenhada de forma mais eficaz.

Trabalhar todos os dias cria uma rotina de trabalho, o que é muito útil na hora de estabelecer metas, com base na produtividade diária.

Dessa forma, é altamente recomendável que se tenha uma rotina de trabalho e produza diariamente. Essa regularidade não só o ajudará a organizar seu planejamento estratégico, mas também fará com que você tenha maior controle sobre suas finanças a longo prazo.

Desenvolva o seu marketing pessoal

Na minha opinião, a parte mais difícil do trabalho está aqui neste ponto: marketing pessoal.

É preciso aprender a vender seu trabalho a fim de se firmar como um profissional de credibilidade no ramo.

Não basta ter certificações e fazer excelentes trabalhos: é preciso saber ‘vender seu peixe’. Você precisa mostrar ao mundo suas qualidades, suas conquistas, ou seja: é necessário saber trabalhar seu marketing pessoal para que os clientes confiem em seu trabalho e o contratem.  

Seja eficiente e respeite os prazos

Não há nada que demonstre mais competência do que entregar trabalhos dentro do prazo estipulado.

Atualmente, com a grande oferta de tradutores freelancers no mercado, os clientes estão em busca de qualidade, obviamente, mas a rapidez na entrega também tem sido um fator decisivo na hora de escolher profissionais.

Antes de fechar um projeto e estabelecer um deadline, é fundamental que você leve em conta sua capacidade diária de traduzir.

Não se comprometa a entregar em um prazo muito curto, se você não tiver certeza de que irá conseguir cumpri-lo. Atrasar a entrega é um erro fatal que pode acabar com a reputação de qualquer freelancer.  

Negocie o deadline sempre com alguma ‘folga’, pois pode haver imprevistos e é sempre preferível entregar antes da data prevista do que após o vencimento do prazo.

Portanto, seja sensato, consciente e entregue no prazo. Seu cliente ficará feliz e isso só aumentará seu conceito, sua credibilidade e a confiança em seu trabalho.

Tenha uma boa gestão de projetos

Isso está diretamente ligado ao item anterior: eficiência. Diferente dos empregos regulares formais, freelancers trabalham com vários clientes simultaneamente, em diferentes projetos – cada um com seus respectivos prazos e prioridades.

lviro escolha sua vidaPowered by Rock Convert

É recomendável, portanto, que você tenha uma boa gestão de projetos a fim de gerenciar cada um deles, cumprindo deadlines e respeitando as singularidades de cada cliente.

Existem excelentes ferramentas de gestão, inclusive gratuitas, que podem auxiliá-lo nessa tarefa de organizar e gerenciar suas tarefas.

Entre as mais populares estão: Trello, Asana, Basecamp e JIRA. Teste-as e escolha a que for mais prática e que você se adapte melhor.

Trabalhe seu networking

Networking caracteriza-se pela rede de contatos profissionais que você constrói ao longo de sua carreira. É primordial que você tenha um excelente relacionamento não só com seus clientes, mas também com colegas de profissão e pessoas que atuem em sua área, tanto online como offline.

Nada de olhar para outro tradutor como seu inimigo, pois uma mão lava a outra.

É recomendado que tradutores freelancers participem ativamente de palestras, encontros e workshops, não só para se especializar ainda mais, mas também para fazer o tão valioso networking.

O melhor ainda é quando você constrói seus relacionamentos com naturalidade.

Filie-se a grupos de tradutores em redes sociais e a fóruns sobre tradução para que seu trabalho alcance mais pessoas e aumente suas oportunidades de trabalho.

Outra sugestão interessante e que cada vez ganha mais destaque no mundo online é fazer networking com influenciadores do seu setor, pois eles possuem alta credibilidade e podem indicar seus serviços para sua extensa rede de contatos.

E quem sabe, torne-se também um influenciador. Influencie pessoas de forma positiva.

Aqui indicamos: PROZ, ABRATES e Linkedin.

Seja um pesquisador

Traduzir é mais do que apenas ‘transferir’ palavras de um idioma para outro. É preciso adaptar o texto ao idioma final, mantendo sua fidelidade e garantindo que ele não perca sua essência.

Nesse sentido, um bom tradutor precisa também ser um pesquisador com bom senso, a fim de buscar o termo que melhor se encaixe em cada aspecto do texto.

Esse processo de pesquisa ocorre principalmente em traduções técnicas, uma vez que envolvem terminologias de nichos muito específicos. O tradutor deve, nesse caso, buscar ajuda em fóruns, grupos e glossários, a fim de encontrar a melhor solução para sua dúvida.

Isso não deve ser visto como uma fraqueza ou falta de conhecimento. Pelo contrário: ir em busca de fontes que forneçam o melhor termo para sua tradução é uma atitude indispensável para garantir que seu trabalho tenha qualidade.

Dessa forma, caso você não seja especialista em advocacia e esteja traduzindo um documento legal, não deixe de fazer pesquisas ou tirar suas dúvidas com profissionais confiáveis que tenham mais domínio do nicho em questão.

Seja profissional

Independente de qualquer situação, o bom tradutor deve sempre manter uma postura profissional junto a seus clientes e colegas de trabalho. Isso pode ser um grande diferencial em sua carreira.

Atender com excelência é dever de todo profissional. Seja sempre educado e atencioso durante todas as etapas do processo: desde a negociação até a entrega do trabalho (mesmo que o cliente seja desagradável – o que às vezes acontece).

Seja ético, comprometido, organizado e cumpra seus prazos. Sua meta é fazer com que o cliente fique 100% satisfeito com seu trabalho para que o procure novamente quando precisar de mais serviços de tradução.

Conclusão

Esperamos que essas dicas tenham sido úteis a seu trabalho como tradutor freelancer.

Assim como em qualquer outra carreira, o bom senso deve estar em primeiro lugar, assim como o respeito aos clientes e aos colegas.

Seguindo os valiosos conselhos expostos neste artigo, você certamente conseguirá se firmar como um tradutor freelancer de destaque no mercado. Lembre-se: qualidade e profissionalismo são as bases da fidelização.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.