Curso Marketing Pessoal e Produção de conteúdoPowered by Rock Convert

A tradução literária é uma das mais desafiadoras, mas também uma das mais gratificantes.

O trabalho do tradutor pode ser considerado uma verdadeira obra de arte, uma vez que, para interpretar e traduzir, o profissional precisa ter, entre outras competências, pleno domínio do idioma de origem e de destino, excelente interpretação e fortes habilidades de expressão.

A tradução da literatura difere fortemente de outras formas de tradução.

Lidar com uma tradução que alcança a centenas de milhares de palavras e possibilita a recriação de poesias e romances em uma nova linguagem sem perder a essência da obra original não é tarefa para amadores.

Dessa forma, ao trabalhar com produções criativas, o tradutor de obras literárias precisa incorporar a essência do que o autor da obra original quer transmitir e reproduzi-la em outro idioma.

Apesar de extremamente desafiador, este trabalho também traz grande realização profissional e pessoal quando finalizado com êxito.

Leia também:

Tradução e novas tecnologias: breve análise crítica

Tradução e texto: português para profissionais

Diferenças linguísticas entre o espanhol e o português

Tradução literária: o que fazer para ser um bom tradutor literário

Para que você faça uma boa tradução de obras literárias, apresentaremos abaixo algumas dicas valiosas que ajudarão em seu percurso.

  • Antes de qualquer coisa, a primeira atribuição do tradutor literário é ler e interpretar o texto a ser traduzido, necessitando para tal, estruturar/mapear o conteúdo e a forma do texto original, assim como levar em conta o contexto histórico da obra.
  • Outro requisito fundamental é ser um especialista no idioma materno.
  • A maior parte dos tradutores literários traduz apenas para sua língua nativa, a fim de apresentar um trabalho de maior qualidade. Afinal, este é o idioma no qual você conseguirá se expressar melhor.

É impossível que o profissional traduza uma obra com fidelidade total.

  • Todo tradutor literário precisa ter isso em mente, porém isso não impede que certas peculiaridades idiomáticas sejam adaptadas para a melhor compreensão do texto.

É o que alguns tradutores chamam de “relativização da fidelidade”.

Escrita criativa e StortyllingPowered by Rock Convert

Dicas para o tradutor literário

  • O tradutor de obras literárias precisa encontrar o ponto de equilíbrio entre os dois idiomas, através de bom senso profissional, detectando que componentes textuais do texto original deverão ser mantidos e quais deverão ser adaptados ao idioma final, da forma mais coerente possível.
  • Essa é uma dica um pouco óbvia, mas sempre é bom reafirmar: um bom tradutor literário não depende de programas de tradução. Eles nem sempre conseguem determinar o contexto e muito menos o estado emocional em que a obra está inserida.
  • Um erro muito comum e grave é tentar encontrar de qualquer jeito o equivalente linguístico ou cultural no idioma final para alguma expressão na obra original. Em alguns casos, o termo ou o sentido correspondente não existirá ou não fará sentido se traduzido. Nessas situações, o ideal é remover a expressão original para não comprometer o texto.
  • Poemas são escritos com incrível atenção aos detalhes. Não apenas as palavras e frases são importantes, mas também o número de sílabas e todo o ritmo da obra. Se no idioma original já é uma tarefa complexa, tentar recriar o trabalho de um poeta em outro é ainda mais. Portanto, trabalhe em um local silencioso e tenha muito foco.

Realize pesquisas sobre a obra literária e o autor

É importante conhecer a fundo o autor da obra a ser trabalhada. Portanto, é recomendável ler o máximo de obras do referido autor, bem como do gênero a ser traduzido.

Faça também pesquisas referentes à biografia do autor e detalhes da obra como, por exemplo, quando, como, onde e porque ela foi elaborada.

Apenas através de muita leitura e pesquisa você conseguirá entender nuances e estilos, a fim de retratá-los de forma correta.

Tente ler constantemente o trabalho de tradutores literários com experiência.

Assim, você aprende, se inspira e ainda se familiariza com os estilos utilizados e com seu mercado de atuação.

Como publicar no Brasil

Qualquer obra estrangeira, para que seja legalmente publicada no Brasil, precisa deter os direitos de publicação para a língua portuguesa acordados com o titular do copyright.

Isso ocorre porque o Brasil é consignatário da Convenção de Berna, que garante o reconhecimento do direito do autor entre as referidas nações, protegendo obras literárias e artísticas.

Características da tradução literária

Um bom tradutor literário precisa, além de todo o exposto acima, ter confiança em seu potencial.

É preciso saber o momento certo de fazer escolhas quanto a determinada palavra ou frase e seguir em frente.

É preciso trabalhar em silêncio, com muita concentração, bom senso e, preferencialmente, ter uma formação acadêmica sólida que agregue valor a seu trabalho.

A tradução de literatura é extremamente importante em nossa sociedade moderna e tende a se expandir cada vez mais.

Como exemplo disso, temos a transnacional do e-commerce, Amazon, bem posicionada e disposta a desempenhar um papel fundamental na promoção do compartilhamento de literatura entre países, investindo fortemente na tradução literária, não apenas para o inglês, mas para diversas outras línguas.

Com tantas divisões políticas, econômicas e culturais assolando o mundo, qualquer tentativa de nos aproximar da compreensão de novas culturas e de integrá-las à sociedade é muito bem-vinda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.