Curso Marketing Pessoal e Produção de conteúdoPowered by Rock Convert

Você sabia que é possível usar a tradução como ferramenta pedagógica?

O ensino de línguas estrangeiras está sempre passando por mudanças, pois a todo momento surgem novas pesquisas que apresentam novas metodologias e abordagens de ensino.

A discussão referente ao papel da tradução no ensino de língua estrangeira é um assunto em evidência no momento e acreditamos que sua discussão seja válida e construtiva para todos os que têm interesse no estudo linguístico.  

O que é tradução pedagógica?

Iniciaremos esse artigo esclarecendo de que se trata esse assunto tão importante, porém desconhecido por muitos.

O termo ‘tradução pedagógica’ foi mencionado pela primeira vez pela professora e pesquisadora francesa Elizabeth Lavault, em 1985, e sua definição seria: a tradução voltada para o ensino da língua estrangeira.

Ela deixou claro que este termo está em direta oposição ao termo ‘tradução profissional’, que se refere ao exercício profissional do processo tradutório.

Recomendamos também:

Como se divide a Tradução Pedagógica

A tradução pedagógica divide-se em dois tipos: tradução explicativa e exercícios de tradução.

A tradução explicativa corresponde àquela feita pelo professor a fim de explicar enunciados.

Já os exercícios de tradução, referem-se à tradução realizada pelos alunos com o objetivo de exercitar seus conhecimentos perante o professor.

No passado, a tradução pedagógica era estigmatizada e, portanto, não era vista com bons olhos.

Esse conceito foi sofrendo transformações ao longo do tempo e, em 1989, o professor inglês Alan Duff defendeu a volta da tradução como recurso pedagógico eficaz.

6 Motivos que Provam a Importância da Tradução no Ensino

Apresentaremos abaixo, seis motivos que demonstram a importância da língua materna e da tradução no ensino de idiomas:

  • Influência da língua materna – Nosso idioma nativo influencia diretamente a forma como pensamos e praticamos qualquer língua estrangeira.

Ele faz parte de nós, de quem somos e jamais pode ser apagado ou excluído. Dessa forma, aprender a traduzir, ao mesmo tempo que nos auxilia a compreender essa influência, também nos ajuda a diminuir interferências e ruídos.

  • Atividade normal e necessária – A tradução está presente em todos os lugares e é imprescindível, fazendo com que ela também seja importantíssima na sala de aula. 
  • Habilidade – A língua nativa e a língua estrangeira devem ser usadas em conjunto, como uma via de mão dupla na comunicação, e isso é uma habilidade necessária a todos que falam outras línguas, e não exclusiva dos profissionais de tradução.
  • Amostra real da língua – É possível traduzir qualquer material, ou seja, qualquer tipo de texto é passível de ser traduzido, uma vez que representa uma amostra real do idioma.

Utilidade e necessidade – A tradução é muito útil, pois promove reflexões, dá voz ao aluno e desenvolve nele três características essenciais: perspicácia, clareza e flexibilidade.

Também possibilita a comparação de diferentes usos linguísticos e de estruturas gramaticais. A tradução é um recurso comunicativo útil e complexo. 

Desenvolvimento da consciência cultural – esse pode ser considerado o motivo mais importante de todos.

Escrita criativa e StortyllingPowered by Rock Convert

Quando confrontado com expressões ou fatos culturais distintos, o aluno percebe que a língua estrangeira possui uma forma de pensar diferente de sua língua materna.

A tradução atua como uma forma de reforçar esse contraste cultural, o que acaba trazendo uma consciência cultural em relação ao diferente.

 Essa consciência deve ser desenvolvida não apenas por tradutores profissionais, mas também por estudantes de idiomas, já que não se aprende uma nova língua apenas para se comunicar através dela, mas também para adquirir bagagem cultural e ampliar sua visão de mundo, ao mesmo tempo em que sua própria identidade se fortalece.

O cenário atual da tradução pedagógica

Alguns professores ainda abominam o uso da tradução ou da língua materna em suas aulas por diversos fatores, no entanto isso vem gradualmente mudando, como vimos acima.

É importante ressaltar que a tradução pode ser muito benéfica no aprendizado de idiomas se utilizada de forma consciente e funcional como, por exemplo, nas seguintes situações:

– Para esclarecer determinado assunto linguístico;

– Para fazer a verificação de sentido: caso o estudante diga algo na língua estrangeira que não faça sentido, sugere-se traduzir a expressão para a língua materna, a fim de que ele perceba o erro.

Nesse sentido, atividades que abordem a tradução – escrita ou oral – podem ser usadas com a finalidade de estimular os alunos a utilizarem sua competência linguística para superar suas dificuldades, fazendo uso de todas as estruturas linguísticas, gramaticais e de significado que já conhecem.

Uso da Tradução Pedagógica

Após toda essa discussão, esclarecemos aqui que o propósito deste artigo não foi sugerir a volta de métodos arcaicos de aprendizagem por meio de tradução, mas sim demonstrar a importância do uso funcional da tradução pedagógica no âmbito do aprendizado de idiomas estrangeiros.

Dessa forma, para aprender qualquer idioma, é necessário aprofundar-se não apenas nos aspectos linguísticos, mas também culturais, sociais, políticos e econômicos.

É preciso ir mais fundo e compreender que a linguagem de um povo é composta por diferentes significados, conceitos, crenças e valores.

Quando nos conscientizamos que a nossa visão de mundo não é a mesma de outros grupos socioculturais, compreendemos essas diferenças, e isso influencia o modo como nos comunicamos com os demais.

A tradução, se utilizada de forma funcional e responsável em sala de aula, colabora incontestavelmente para a aquisição dessa bagagem, que vai muito além da língua por si só.  

A tradução requer um processo cognitivo complexo e apresenta um grande potencial ao ensino, uma vez que trabalha forma e significado simultaneamente.

Portanto, podemos considerar que a tradução apresenta grande potencialidade de trabalho, pois é um recurso natural e complexo, que exige múltiplos conhecimentos, além de desenvolver a autonomia e a pesquisa, podendo ser realizada de forma individual ou coletiva.  

Com todas as informações apresentadas neste artigo, esperamos ter esclarecido o papel da tradução pedagógica no ensino de idiomas, provando que ela pode ser muito eficiente e eficaz quando abordada de forma sensata pelos educadores e profissionais da linguística.

Você já conhecia o termo “tradução pedagógica”? Compatilhe conosco sua opinião. Ele é sempre bem-vinda.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.