Curso Marketing Pessoal e Produção de conteúdoPowered by Rock Convert

Se você é um tradutor freelancer, é importante que você tenha um site profissional. É claro que isso não é uma obrigatoriedade. Mas, é mais uma ferramenta de marketing que o tradutor freelancer pode usar.

Antigamente, era necessário contratar uma equipe de designers, desenvolvedores e programadores profissionais para criar uma página na web.

Se voltarmos ainda mais no tempo, podemos constatar que a divulgação dos serviços de freelancers era feita em anúncios nas Páginas Amarelas locais ou através do famoso boca-a-boca.

Acontece que os tempos mudaram, e muito. Atualmente, criar um site com o objetivo de exibir suas credenciais profissionais se tornou algo fácil e rápido. 

Além de não haver a necessidade de você ser um expert em TI ou design para criar sua própria página, você também não precisa investir muito dinheiro nisso, pois existem inúmeras opções gratuitas de plataformas que ajudam você a criar sua página do zero.

Dessa forma, qualquer tradutor/intérprete freelancer que queira alavancar sua carreira precisa se conscientizar de que é importante ter seu próprio site, afinal a Internet se tornou uma grande vitrine global, e porque não dizer, as Páginas Amarelas da contemporaneidade.

Concorrência Acirrada e Mercado Dinâmico

Sejamos realistas: atualmente existem muito mais tradutores freelancers do que havia vinte anos atrás.

Embora seja impossível chegar a um número exato já que a profissão não é regulamentada. Segundo uma pesquisa feita pela Associação de Tradutores da China, existem cerca de 640.000 tradutores no mundo e, desse total, aproximadamente 160.000 são freelancers.

O Departamento do Trabalho dos EUA afirma que em 2026 haverá mais de 80.000 tradutores e intérpretes no país, apontando um crescimento de 18%, um número extremamente expressivo.

Isso significa que, embora a demanda esteja aumentando significativamente, o mercado de serviços de tradução também não para de crescer, mostrando-se inclusive saturado em alguns pares de idiomas e áreas de especialização.

Dessa forma, ter um site profissional surge como uma maneira de destacar seu negócio da multidão. Seu site deve ser visto como uma estratégia de marketing, pois além de aumentar suas chances de ser encontrado(a), ele também é capaz de construir e estabelecer sua credibilidade no mercado.

Não estamos afirmando que todo tradutor deve ter um site, mas é mais uma das ferramentas e estratégias de ‘marketing’.

Leia também:

Partes Importantes de um Site do Tradutor Freelancer

Agora, vamos ao que interessa! Daremos abaixo um passo a passo para que você seja capaz de criar um site bem-sucedido alinhado a todas as demandas do setor de tradução/interpretação.

Quem é Você?

O primeiro passo é, obviamente, informar seus dados. Seus futuros clientes precisam saber seu nome, sua localização e suas informações de contato (telefone e e-mail são indispensáveis).

Acrescente também uma foto profissional de alta resolução que demonstre que você é uma pessoa transparente e acessível.

Opte por usar o seu e-mail profissional, ou mesmo crie um e-mail de sua empresa.

O Que Você está Oferecendo?

Após sua breve apresentação, você deve informar:

– serviços oferecidos (tradução, legendagem, audiodescrição, transcrição, revisão, interpretação, etc);

– pares de idiomas com os quais você trabalha;

– área de especialização

Não tente impressionar e jamais inclua informações inverídicas. Limite-se a colocar apenas aquilo que você realmente é capaz de oferecer.

Não adianta se intitular tradutor(a) técnico(a) de uma longa lista de nichos se isso não for verdade. Mais vale se garantir nas áreas em que você tenha experiência do que passar uma falsa ideia que comprometa sua imagem futuramente.

Seja objetivo(a) e honesto(a) com seus clientes em potencial, afinal você deve transmitir-lhes segurança e a tranquilidade de que você é capaz de entregar um trabalho de alta qualidade.

Por que Contratá-lo (a)?

Seu site deve mostrar que você é incrível no que faz! Em outras palavras, você precisa convencer seus clientes em potencial que você é a pessoa certa para realizar o serviço.

Dessa maneira, é essencial:

–  apresentar um Portfólio completo, porém conciso que comprove que você tem as habilidades que ele está buscando. Com respeito ao portfólio existem várias formas de fazê-lo, use sua criatividade!

Escrita criativa e StortyllingPowered by Rock Convert

– exibir um histórico de sucesso com base na opinião de clientes que já trabalharam com você

Ao listar suas qualificações e experiência profissional, você estará comprovando que é um tradutor capacitado e talentoso, e não um amador.

No entanto, você não precisa entrar em muitos detalhes – basta fornecer uma descrição clara e objetiva, afinal, os clientes normalmente estão com pressa.

Outra questão muito importante e que pesa muito é a confidencialidade. Normalmente assinamos acordos de confidencialidade que nos impedem de expor alguns projetos e clientes.

Caso você seja membro de alguma associação profissional de tradutores, não esqueça de mencioná-la.

É importante demonstrar que você é um profissional ativo em sua comunidade e que você está sempre buscando se especializar em sua área.

Não deixe de dar informações sobre o seu processo de tradução, ou seja, que ferramentas de tradução você utiliza, quantas revisões você oferece, e quaisquer outros detalhes que você julgue relevantes para comprovar que você é um tradutor focado em atingir um alto padrão de excelência.

Prova Social

Esta é, sem dúvida, uma das seções mais importantes do site de qualquer tradutor freelancer, pois é aqui que sua credibilidade será consolidada.

Assim como recorremos a avaliações de hóspedes antes de fazer uma reserva em um hotel, os clientes em potencial também analisam as opiniões de outras pessoas que já trabalharam com você antes de se convencerem de que você é o/a profissional ideal para trabalhar com eles. 

A prova social pode vir em forma de:

– depoimentos positivos de clientes satisfeitos com seu trabalho;

– publicações de seu trabalho que comprovem que você é competente no que faz.

– traduções de livros, artigos científicos, teses e sites renomados são exemplos de conteúdos convincentes.  Adicione links para que seus visitantes possam ver onde esses trabalhos foram publicados, mas não esqueça de solicitar a devida autorização dos clientes antes de divulgá-los.

– lista de clientes atuais – mencione, de preferência, empresas/marcas renomadas para as quais você tenha prestado serviços. Não deixe de incluir explicações e descrições dos trabalhos que você realizou, se possível acrescentando links para dar ainda mais credibilidade.

Seção ‘Blog’

É altamente recomendável incluir um ‘Blog’ à sua página profissional. Em seu Blog, você deve redigir artigos de qualidade abordando os assuntos mais relevantes da área de tradução ou interpretação.

Você também pode pagar alguém para fazer isso para você caso esteja sem tempo.

 É fundamental atualizá-lo constantemente e escolher bem as palavras-chave dos artigos – essa é uma estratégia primordial para que você alcance uma boa posição nos mecanismos de busca, aumentando assim suas chances de alcançar mais clientes graças às técnicas de SEO.

Você também deve interagir com os visitantes de seu site sempre que possível, respondendo a todas as mensagens, comentários no blog e e-mails, demonstrando sempre que você é uma autoridade no setor.

É recomendável informar o preço de seus serviços?

Esta é uma dúvida frequente de muitos tradutores. O preço é uma informação relevante e decisiva para a maioria dos clientes em potencial que estarão visitando seu site.

A resposta para essa pergunta é depende. Se você optar por mostrar em seu site uma tabela dos preços praticados pode representar sua transparência. Mas, por outro lado, não dá a possibilidade de você avaliar cada caso em particular.

No entanto, muitos freelancers optam por não mencionar valores em seus sites e informam apenas que o cliente em potencial deve entrar em contato diretamente por e-mail para solicitar uma cotação.

Não existe certo ou errado nesse ponto. Escolha a opção que lhe pareça mais adequada e conveniente.

Conclusão

Como pudemos ver, criar um site profissional traz inúmeros benefícios a tradutores e intérpretes freelancer.

Para gerar o impacto desejado e alcançar os melhores resultados possíveis, garanta que seu site seja atrativo, tenha um aspecto profissional, seja organizado, objetivo e proporcione uma boa experiência ao usuário. 

Não deixe de mencionar suas principais qualificações e experiências, apresente provas sociais, depoimentos de clientes satisfeitos, mantenha um blog sempre atualizado, e inclua suas informações de contato em um local visível, de preferência no cabeçalho da página.

Se você seguir todas as dicas e orientações apresentadas neste artigo, você certamente será capaz de criar um site bem-sucedido que levará você a converter visitantes em clientes fiéis.

babbelPowered by Rock Convert

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.