Curso Matheus de SouzaPowered by Rock Convert

Se você pretende trabalhar como tradutor de espanhol ou de inglês é importante que conheça algumas técnicas para se destacar no mercado e conquistar mais clientes. Afinal, esse é um nicho que tem se tornado cada vez mais disputado.

Cada vez mais pessoas buscam por conteúdos internacionais. Isso ocorre porque o acesso a textos, vídeos, tutoriais e todos os demais materiais se tornou muito fácil através da internet.

No entanto, ainda existe um problema, uma barreira, que impede muita gente de consumir esses conteúdos: o idioma. É justamente aqui que podemos citar o trabalho do tradutor de espanhol como algo crucial nos tempos modernos.

Sabendo disso, você deve estar se perguntando: então, por que eu não consigo ter sucesso com a minha carreira?

Provavelmente você está conduzindo o seu trabalho de maneira equivocada. Separamos algumas dicas que podem lhe servir de guia para conseguir ter sucesso e construir uma carreira como tradutor de espanhol ou de inglês que realmente seja promissora.

Leia também:

O que você precisa para ser um tradutor de sucesso

Não existe nenhuma fórmula mágica, mas existe um segredo que é fundamental para ser um tradutor de espanhol de sucesso, ou para exercer qualquer outra carreira de maneira assertiva: você deve mostrar o seu diferencial!

  • Conheça mais do que o idioma:

Conhecer o idioma de um lugar é o mínimo que um tradutor precisa para ingressar no mercado. Mas, traduzir requer mais do que apenas conhecer bem os dois idiomas. É preciso, de fato, compreender e admirar aquele país.

Por isso, uma das coisas que você precisa para se destacar nesse mercado é conhecer mais do que a língua. Dedique-se a compreender o modo de vida das pessoas dos países de língua espanhola.

Pesquisas sobre religião, música, culinária, folclore e tudo o mais que você puder buscar poderão lhe ajudar – e muito! – na hora de traduzir um material.

A bagagem cultural e a imersão nesse outro povo serão fundamentais para que você faça traduções que vão além do básico e tragam à tona a essência de cada mensagem traduzida.

Ter experiência é fundamental.

Uma das dúvidas mais comuns de quem almeja ingressar na carreira como tradutor de espanhol é: por onde devo começar? Muitas empresas e clientes exigem experiência, o que é natural na hora de contratar.

Mas, se você acabou de se formar e quer entrar no mercado, precisa dar esse primeiro passo por conta própria. Existem algumas formas de fazer isso!

Traduza para você

Uma das maneiras é fazer traduções para uso pessoal. Essa é uma profissão aonde a prática conta muito. Portanto, você não deve sentar e esperar que um bom trabalho caia em suas mãos.

Traduza livros, textos, materiais que lhe interessem. Eles servirão para prática e, quando estiver em um bom nível, pode até mesmo incluir em seu currículo.

Uma ideia interessante é que você estipule prazos para terminar esses trabalhos – e respeite o seu cronograma! Assim você estará ainda mais apto a assumir projetos de outras pessoas.

Outra coisa importante é que nesse momento inicial você só deve aceitar projetos que estejam dentro de sua competência ou especialidade. Não arrisque entregar um trabalho mal feito.

Sim, em algum momento você será um tradutor profissional tão bom que poderá selecionar melhor seus trabalhos. Mas, no começo isso é mais difícil.

Portanto, é preciso praticar para ver os temas que mais combinam com você, ou seja, que você tem mais afinidade e domínio.

Faça traduções voluntárias

Muitos tradutores são completamente contra fazer traduções voluntária, sem ganho financeiro, mas pode ser uma das forma de se adquirir prática.

Busque alguma causa importante para doar o seu trabalho por um tempo, até que você sinta segurança de assumir projetos.

Indicamos também o artigo da tradutora Renata que fala sobre isso. Leia aqui.

lviro escolha sua vidaPowered by Rock Convert

Há algumas opções para isso:

  • Translators without borders
  • Aliança Internacional de Habitantes
  • Gospel Translations
  • Global Voices
  • AMARA.org
  • ONU
  • Coursera
  • Mongabay
  • Translation for Progress

Invista em sua carreira de tradutor

Não pense você que a profissão de tradutor de espanhol não demanda investimentos. Você precisa, sim, pensar em alternativas que tornem a sua jornada de trabalho mais eficiente e mais rentável.

Cursos, workshops e oficinas são algumas das coisas que devem entrar em seu planejamento.

Além dos cursos voltados especificamente para a tradução você pode pensar em outros que ajudem a ter sucesso, como administração de carreira, marketing digital etc.

Também é importante reservar uma verba para fazer upgrade de suas ferramentas de trabalho. Seja para assinar um corretor virtual de qualidade, para comprar um computador melhor ou uma cadeira que lhe dê mais conforto.

Ter estrutura para trabalhar é crucial e pode ter um impacto direto no seu resultado. Iluminação, ventilação, acesso à internet…tudo deve ser bom o suficiente para que você consiga se dedicar ao que realmente importa.

Assuma somente o que você pode fazer

Um erro que muitos tradutores cometem é o de assumir projetos que não podem, de fato, desempenhar. Seja pelo volume do trabalho, pela complexidade da linguagem, ou mesmo pelo tempo estipulado pelo cliente.

Um tradutor de espanhol ou de qualquer outro idioma que não consegue cumprir com as expectativas de seus clientes está fadado ao fracasso.

Pense que em tempos de internet e redes sociais um cliente insatisfeito acaba propagando através de posts públicos e reclamações. Evite ao máximo esse tipo de coisa.

Entregue o trabalho na data combinada, esteja aberto a diálogos para correções e modificações – mesmo que isso inclua uma cobrança extra – etc.

Revise muito bem antes de entregar

Se existe uma coisa que pode acabar com a carreira de um tradutor é a falta de revisão no material. Então, não deixe que isso aconteça, e sempre leia e releia o conteúdo mais de uma vez.

Se você é um tradutor experiente com certeza já desenvolveu métodos funcionais para conseguir enxergar erros de digitação, gramaticais ou de concordância que eventualmente acontecem.

Para os novatos a dica é que descansem o olhar antes de prosseguir. Fazer a revisão de um conteúdo que você acabou de traduzir pode ser difícil, pois, o seu olhar e sua mente estão viciados.

Deixe para revisar mais tarde, ou no dia seguinte. Se puder contar com parcerias de pessoas aptas para uma repescagem de erros, melhor ainda.

A qualidade da tradução é mais do que um fator competitivo: é fundamental para o seu sucesso. Isso serve tanto para o tradutor de espanhol quanto para quem traduz qualquer outro idioma.

Use e abuse das redes sociais

Há 20 anos, trabalhar a sua imagem e a sua carreira como tradutor de espanhol era algo realmente muito difícil. Isso porque não havia ferramentas de marketing e divulgação que fossem verdadeiramente acessíveis.

Felizmente as coisas mudaram muito! Hoje você pode divulgar o seu trabalho de maneira gratuita e rápida utilizando uma grande aliada: a internet.

Aproveite essa facilidade para encontrar clientes e aumentar a sua renda como tradutor. Use as redes sociais a seu favor, criando perfis e páginas para compartilhar informações sobre o seu trabalho.

É importante que essas páginas não sejam apenas de venda. Você deve sim falar de valores e oferecer os seus trabalhos.

Porém, pense que muita gente está na internet nos momentos vagos, e procuram por conteúdos interessantes. Crie textos sobre tradução, dicas de como contratar um bom tradutor, qualquer coisa que seja cativante e informativo.

Você pode ter muito sucesso como tradutor de espanhol. O importante aqui é saber conduzir a sua carreira de forma adequada, sempre tomando cuidado para atender aos clientes com excelência.

E então, gostou do artigo? Comenta aí!

leadloversPowered by Rock Convert

2 thoughts to “Tudo o que um Tradutor de Espanhol precisa saber para ter Sucesso

  • Renata

    Um excelente post! A revisão ainda é muito subestimada. Acho que há tradutores que mal relem seus textos. Se isso não é feito, o revisor terá muito mais trabalho, e o tradutor não saberá de fato se fez um trabalho, já que só se concentrou em frases, não no texto como um todo, nas aliterações, nas redundâncias. Uma falha grave e que deve ser reparada.

    Responder
    • Rosane Bujes

      Oi, Renata! Que bom tê-la por aqui, que honra garota. Sim, precisamos a cada dia nos especializar para oferecer um trabalho melhor.

      Responder

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.